Bem-vindo / Apresentação / Nota do Director

Nota do Director

CEFAGE: Diagnóstico da Situação Atual e Perspetivas de Evolução

Criado em 2006 por docentes dos Departamentos de Gestão e Economia da Universidade de Évora, o Centro de Estudos e Formação Avançada em Gestão e Economia (CEFAGE) é hoje reconhecido como uma das principais unidades de investigação da sua área científica em Portugal, tendo obtido a classificação de Muito Bom na última avaliação. Atualmente inclui 56 investigadores doutorados integrados, que se repartem pela sede na Universidade de Évora e por pólos na Universidade do Algarve, Universidade da Beira Interior, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa e Instituto Superior de Contabilidade e Administração de Lisboa.

Mercê de uma estratégia de investigação assente em valores como a interdisciplinaridade, inovação e relevância e num modelo de governance alicerçado na honestidade, rigor, transparência e ética, o CEFAGE tem conseguido concretizar com sucesso uma estratégia de crescimento, mantendo rigorosos critérios de exigência de qualidade.

A este respeito, é preciso salientar o facto do número de publicações mais do que duplicar nos últimos anos, encontrando-se algumas destas publicações na vanguarda do conhecimento. Também se verificou uma evolução semelhante no número de estudantes de doutoramento supervisionados por investigadores do CEFAGE e no número e valor dos projetos de I&D liderados ou com a participação dos nossos investigadores, nomeadamente os ligados às estratégias de especialização inteligente das regiões onde estamos localizados.

Esta evolução positiva foi reconhecida pelo painel que avaliou o CEFAGE no último exercício de avaliação levado a cabo pela FCT, o qual qualificou o CEFAGE como “a very active centre with a clear evidence of a good publication record in respected international journals, even with some publications in the top fields journals”. Assim, foi concretizado o objetivo que sempre nos propusemos: produzir investigação de reconhecida qualidade aceite nos mais prestigiados periódicos científicos a nível mundial. Nos últimos anos os resultados alcançados foram ainda mais positivos, não só no que se refere à produção e difusão de conhecimento, mas também no que se refere ao nosso contributo para o desenvolvimento regional e a formação avançada.

Tais resultados justificam o financiamento do CEFAGE pela Fundação para a Ciência e Tecnologia desde 2009, altura em que obteve a classificação de Excelente. Estes recursos são aplicados em atividades de investigação, na promoção de eventos científicos e no apoio aos doutorandos, onde destacamos o Doctoral Consortium do CEFAGE que se realiza anualmente.

Em termos de futuro, ambicionamos consolidar a orientação prosseguida até aqui e incrementar as atividades onde reconhecidamente podemos ainda melhorar, como é o caso da convergência de interesses de investigação em tópicos na vanguarda do conhecimento, na colaboração interinstitucional, com a comunidade e as empresas, na articulação entre o ensino e a investigação e na modernização do sistema de gestão e do website. Neste domínio é necessário desenvolver um modelo de gestão descentralizado pelos pólos, que inclua a integração dos repositórios digitais de cada instituição, e um sistema de monitorização externa das publicações que permita conhecer de forma automática, actualizada e permanente o impacto da nossa investigação, incluindo uma análise de benchmarking com os principais centros de investigação nacionais e internacionais das áreas de economia e gestão. Revela-se também fundamental a criação de uma estrutura especializada no apoio à preparação de candidaturas, com capacidade para identificar as causas dos insucessos, melhorando assim candidaturas futuras, mas também para promover a divulgação dos resultados dos projectos realizados.

Também é preciso dar continuidade ao esforço de investigação relacionado com a obtenção de respostas aos desafios societais, identificados no Programa-Quadro de investigação “Horizonte 2020” da UE e que fundam os eixos prioritários dos Planos de Ação Regionais. Neste domínio, ganha particular relevo a parceria com o PACT – Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia e com empresas para alavancar a transferência de conhecimento e tecnologia para o exterior, envolvendo de forma crescente os nossos investigadores e os estudantes. A articulação das actividades de investigação científica com o ensino deve ir além do programa “100 Lições” recentemente implementado. Temos de incluir nas nossas prioridades iniciativas para que todos os estudantes tenham contacto e colaborem em projetos de investigação. Este contacto pode ser estabelecido no âmbito de um programa de desenvolvimento de competências de investigação oferecido a todos os ciclos de estudo das nossas instituições. Estas iniciativas devem resultar no incremento do número de dissertações de mestrado e de teses de doutoramento elaboradas no âmbito de projetos de I&D e na participação crescente dos estudantes nas atividades do CEFAGE.

Na colaboração interinstitucional e com a comunidade ainda existe muito caminho a percorrer apesar das recentes iniciativas de organização das conferências convidadas do CEFAGE e da participação no Programa Ciência Viva da FCT destinados ao público em geral e aos estudantes do ensino básico. Neste âmbito temos de organizar as atividades para dar resposta ao Programa Cientificamente Provável e assim possibilitar o contacto dos alunos do ensino secundário com a nossa investigação e o programa de formação a oferecer no quadro das Escolas de Verão promovidas pelas nossas instituições.

Um objectivo a concretizar num prazo mais alargado consiste em aumentar o prestígio internacional e o reconhecimento do CEFAGE como um centro de excelência Europeu nas áreas da Economia e da Gestão. O incremento das publicações nos melhores periódicos científicos, em tópicos na vanguarda do conhecimento e a organização de conferências internacionais de relevo são condições essenciais para a concretização deste propósito.

Em suma, a visão para o futuro inclui traços de continuidade e de mudança. A estratégia é preservar o que de bom ocorreu e mudar nos vetores onde reconhecemos capacidade para melhorar. Apesar dos progressos significativos realizados, devemos reforçar o espírito de equipa e incentivar a convergência de interesses de investigação. O workshop anual do CEFAGE é o local adequado para promover a interação dos membros dos distintos ramos e pólos e a partilha de ideias. Cremos ser a via para gerar projetos de maior dimensão e transversalidade, que envolvam mais investigadores e a afirmação de atividades científicas de maior impacto. Para incrementar os resultados vamos reforçar os incentivos à publicação em periódicos de topo e manter as regras de entrada e de saída de investigadores de forma a atrair os mais produtíveis.

Jacinto Vidigal da Silva

Diretor do Centro de Estudos e Formação Avançada em Gestão e Economia.